in

Professora de Boa Vista é selecionada para evento global de robótica | Roraima


A professora de Ciência da Computação, Keila Costa, de 29 anos, foi escolhida para participar de um evento global de robótica. Ela é a única representante de Roraima e ainda recebeu em primeira mão um kit com peças para fazer experimentos.

O evento batizado de “Spike Prime Influencers-Brasil” ocorre pela primeira vez e tem participantes de 15 países. No Brasil, a Lego selecionou 50 educadores da área de robótica para trocar experiências e depois compartilhar com seus alunos.

“Receber um kit que ainda não foi lançando é muito motivador e inspirador. Representar minha escola, a prefeitura e o estado é de uma responsabilidade imensa”, contou.

A primeira etapa iniciou em 15 de junho e durou duas semanas, que teve como foco ensinar os participantes sobre a metodologia e também a como usar as novas peças de robótica.

“Recebemos os conjuntos em casa. É um conjunto com mais de 300 peças de blocos de montagem, o que dá várias possibilidades de criação de vários robôs. Cada um deve testar e receber desafios semanais do evento. Também há treinamentos por videoconferência duas vezes na semana”, exlicou.

Depois de oito semanas cumprindo os desafios, cada participante ganha um certificado que aponta o percentual de tarefas que conseguiu executar durante o evento.

“Essa conquista faz parte de frutos de investimentos na educação, o que me deixa mais motivada para aprender e compartilhar o conhecimento durando todo processo”, disse.

Os sonhos de Keila são ainda maiores. Ela contou ao G1 que pretende se especializar em Mecatrônica e fazer uma pós-graduação em Havard, nos Estados Unidos.

Uma das criações Keila, um robô dançante — Foto: Prefeitura de Boa Vista/Divulgação

No último semestre da faculdade, Keila logo recebeu uma proposta para integrar o Centro de Ciência Tecnologia e Informação, que ainda estava em desenvolvimento. Atualmente, ela é a diretora da unidade e acredita que o prestígio do local foi essencial para que fosse selecionada.

Em três anos como professora do Centro de Ciências Tecnologia e Informação (CCTI) de Boa Vista, Keila já deu aulas para quase 800 alunos com idades entre 10 e 14 anos.

“A seleção veio pelo destaque que a robótica tem em Boa Vista. O Centro de Tecnologia foi selecionado devido as conquistas nos grandes torneios de robótica, pelo fato do município oferecer essa disciplina nas escolas e pelos trabalhos realizados, como o curso de robótica educacional”, disse.

O CCTI tem aulas de robótica desde 2016 e dois anos depois, em 2018, a disciplina foi estendida para as escolas municipais, inclusive nas áreas rural e indígena, de acordo com a prefeitura.

No centro, as aulas duram seis meses e toda vez que uma turma finaliza o curso, uma nova dá entrada.

Professora de Boa Vista é selecionada para evento global da LEGO Education



Ir para fonte da informação