in

Melissa Le Nevé faz história e torna-se a primeira mulher a encadenar “Action Directe”


Alguns lugares na Europa as pessoas já estão saindo da pandemia, podendo, inclusive, escalar. Melissa Le Nevé fez história ao sacramentar a primeira ascensão feminina da via “Action Directe”, graduada como 9a Francês (11c brasileiro), em Frankenjura (Alemanha).

A rota mítica de Wolfgang Güllich também foi a primeira via de 9a francês para Nevé. A escaladora, agora com 30 anos, avisou por suas redes sociais há alguns dias que estava em excelente forma. No início de maio, ela encadenou “Comando Bionic”, via de 8c+ francês (11b brasileiro) na Alemanha.

Em toda a história, esta foi a vigésima sétima ascensão da “Action Directe”

Escalada é permitida na Alemanha

Ao contrário do Brasil, que esta semana alcançou 1.200 mortes por dia, sendo o epicentro da América do Sul na pandemia de COVID-19, as escaladas são permitidas em alguns lugares da Europa.

Todos os escaladores profissionais da Europa respeitaram o confinamento determinado pelos seus países. No Brasil, alguns escaladores considerados profissionais, mesmo com alto número de mortos no estado que residem, não possuem o mesmo comportamento, saindo para escalar e exibindo em redes sociais.





Ir para fonte da informação