in

‘Era visto como um herói’, diz irmão de médico residente que morreu por causa da Covid-19 em Curitiba | Paraná


“A dor é irreparável. O que nos acalenta é saber o quão querido ele foi. Ele se foi lutando pela vida do próximo. Ele era visto como um herói na família”, comentou Ivo Guedes.

Caio Martins estava internado no Hospital Pilar, em Curitiba, e o quadro de saúde se agravou nos últimos dias, segundo o Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR).

Família lamenta morte de médico por causa da Covid-19, em Curitiba — Foto: Reprodução/RPC

O médico era residente de ortopedia no Hospital Angelina Caron e plantonista em uma instituição de saúde em Bocaiúva do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba.

“Ele era muito novo. Logo quando ele estava para concluir o último passo que era ser ortopedista, ele foi tirado de nós por essa doença terrível”, lamentou o irmão.

De acordo com o CRM-PR, ele foi o quarto médico a perder a vida no Paraná por causa do novo coronavírus, mas o primeiro que estava no exercício da atividade.

Guedes estava trabalhando no estado desde maio de 2018. O primeiro registro dele foi em Goiás.

Caio Martins Guedes trabalhava como médico residente no Hospital Angelina Caron — Foto: CRM-PR/Reprodução

O estado registrou 1.097 novos casos de Covid-19 nesta quarta-feira (24), de acordo com boletim publicado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em comparação com o levantamento de terça-feira (23). Com isso, o Paraná chega a 16.769 diagnósticos e 510 mortes.

O número de novos registros é o maior já divulgado em um único boletim da secretaria desde o início da pandemia. A Sesa confirmou ainda mais 23 óbitos, no levantamento.



Ir para fonte da informação