in

Dólar cai pelo 3º dia seguido e fecha a semana cotado a R$ 5,57 – Notícias


O dólar caiu pela terceira sessão consecutiva nesta sexta-feira (22) e encerrou a semana negociado a R$ 5,5739, valor 0,15% inferior ao fechamento registrado na véspera.

A queda da moeda norte-americana ocorre com investidores avaliando que os trechos divulgados do vídeo de reunião ministerial não satisfazem as expectativas mais receosas até então.

Segundo o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, nesse vídeo o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir no comando da Polícia Federal. 

“Havia uma expectativa muito forte em cima disso [do vídeo]. E, até agora, nada [que comprometa o presidente]”, disse um gestor sob condição de anonimato. “Acho até que ele pode ganhar popularidade”, completou.

Na semana, o dólar à vista cedeu 4,54%. O alívio ocorreu pela combinação de maior otimismo nos mercados globais sobre reabertura das economias após a covid-19 e por declarações do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, garantindo maior suporte ao câmbio se necessário.

Ao longo da tarde, em meio a alguma tensão antes da decisão do ministro Celso de Mello, o mercado chegou a piorar o sinal após divulgação de nota oficial pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, que classificou de inconcebível o pedido de apreensão do celular de Bolsonaro em notícia-crime no inquérito que analisa a suposta interferência do presidente na Polícia Federal.

Heleno afirmou que a decisão sobre a solicitação pode ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional.



Ir para fonte da informação