in

Dois homens morrem e óbitos por coronavírus chegam a 13 em RR | Roraima


Roraima contabiliza 13 óbitos em razão da Covid-19. Nessa terça-feira (5), a Secretaria de Saúde (Sesau) informou que as últimas mortes registradas foram de dois homens.

O 12º caso foi o de um paciente, que deu entrada no Hospital Geral de Roraima (HGR) no dia 27 de março com dificuldade respiratória. Segundo a Sesau, ele tinha outras doenças, no entanto, não detalhou quais. Também não foi informada a idade do paciente.

“Inicialmente, a equipe optou por medidas não invasivas, mas não houve reação satisfatória aos procedimentos, sendo necessário uso de suporte ventilatório invasivo. Apesar de todas as tentativas, o quadro clínico do paciente não apresentou melhoras e ele morreu nesta terça-feira, dia 04 de maio”, afirmou a Sesau, em nota.

Já o 13º caso foi de paciente idoso, de 67 anos, que morava na capital Boa Vista. Ainda conforme a Sesau, ele deu entrada no HGR no dia 04 de abril e tinha outras doenças, entre elas, hipertensão e diabetes.

Vítimas da Covid-19 em Roraima:

Paciente idoso, de 60 anos. Ficou internado por sete dias na UTI do HGR. De acordo com a Sesau, ele tinha comorbidades associadas (outras doenças), como diabetes e hipertensão.

  • 9 de abril – 2ª e 3ª morte

Primeiro um paciente era um idoso de 84 anos. Ficou cinco dias internado no HGR e, segundo a Sesau, tinha histórico de outras doenças que o colocavam no grupo de risco, como diabetes, hipertensão e comprometimento vascular.

Depois, a vítima foi um adolescente, de 15 anos, da etnia Yanomami. Ele passou cinco dias internado na UTI do HGR. De acordo com a Sesau, o paciente chegou ao hospital, no dia 3 de abril, com falta de ar, dor no peito, febre e dor de garganta.

O paciente era um homem, de 59 anos. Ele teve piora no quadro e deu entrada no HGR ainda na madrugada do dia 26 de abril. Segundo a Sesau, o paciente recebeu atendimento médico e ficou na unidade por três horas, mas não resistiu.

  • 28 de abril – 5ª e 6ª morte

Primeiro, um idoso, de 79 anos. Ele deu entrada no HGR na madrugada do dia 28 de abril. Antes de ser encaminhado para a unidade, o paciente estava internado no Hospital das Clínicas há 10 dias. De acordo com a Sesau, ele chegou na unidade com problemas respiratórios e dor abdominal. Ele foi entubado, mas não resistiu e morreu.

Segundo, um paciente também era um homem, mas a idade não foi informada. Ele deu entrada no HGR no dia 27 de abril, após ser encaminhado do Pronto Atendimento Cosme e Silva. Segundo a Sesau, ele apresentou complicações de saúde devido a problemas cardíacos. A equipe do hospital chegou a iniciar o processo de respiração por aparelho no paciente, mas ele não reagiu ao processo de reanimação médica e morreu.

  • 29 de abril – 7ª sétima morte

O paciente era um homem de 58 anos, que deu entrada no Pronto Atendimento do HGR em estado grave. De acordo com a Sesau, ele chegou à unidade com quadro de insuficiência respiratória e tinha comorbidades associadas à diabetes e hipertensão.

O paciente era um idoso, de 76 anos, que tinha comorbidades – outras doenças – , entre elas, cardiopatia. Ele deu entrada no HGR ainda no dia 1°, já em estado grave. De acordo com a Sesau, ele chegou a ser atendido pela equipe da UTI, passou algumas horas no Bloco D, onde a equipe tentou manter o quadro clínico de estabilização, mas sem sucesso.

A paciente era uma mulher, de 66 anos. De acordo com a Sesau, ela estava sendo tratada em um hospital particular da capital. A vítima morreu no dia 26 de abril e ainda era considerada como caso suspeito. Porém, o resultado do exame só foi confirmado como positivo no dia 30 de abril. Ela tinha outras doenças simultâneas, como diabetes e doença cardiovascular.

  • 2 de abril – 10º e 11º morte

Primeiro, uma mulher de 58 anos. Ela estava internada no HGR e apresentava quadro grave de saúde. Segundo a Sesau, a paciente tinha comorbidades, entre elas, diabetes, hipertensão e doença renal.

Segundo, um detento da Penitenciária Agrícola do Monte Cristo (Pamc), de 56 anos. De acordo com a Sesau, ele foi levado para o HGR com falta de ar e não possuía outras doenças.



Ir para fonte da informação