in

‘Dia das Mães será muito especial para mim’, diz grávida recuperada da Covid-19 no Maranhão | Maranhão


Aldeene Nascimento, de 32 anos, viu o mundo virar de ponta a cabeça ao ser diagnosticada com a Covid-19. Grávida e mãe de dois filhos, ela precisou ser internada as presas, por quatro dias, no Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto em Imperatriz, no sul do Maranhão, por conta da constante falta de ar que sentia.

Recuperada da doença, a maranhense voltou para casa no município de Governador Edison Lobão, a 730 km da capital, duas semanas antes do Dia das Mães, celebrado nesse domingo (10). Para ela, a data será comemorada de uma forma muito especial na companhia dos filhos, Marcos de 12 anos e Irislanny, de 7 anos.

“Agradeço a Deus por tudo. Essa experiência foi como um renascimento. A lição que eu tirei disso tudo, é que devemos valorizar mais a família e os nossos filhos. Esse Dia das Mães será muito especial para mim. Estar com meus filhos, poder abraçá-los é uma grande vitória e uma felicidade imensa”, disse Aldeene.

Por conta do diagnóstico, 21 pessoas da sua família que tiveram contato com ela tiveram que ficar em isolamento domiciliar, recebendo cuidados especiais. Os familiares receberam alta da quarentena na quinta-feira (7) e a recuperação é mais um motivo de celebração para Aldeene.

“O meu sentimento é de gratidão. Hoje, mais do que nunca, eu agradeço a Deus por estar ao lado da minha família e comemoro não só pela minha saúde, mas pela saúde de todos que estão a minha volta. Será uma comemoração ainda mais cheia de amor e carinho, e que todos os recuperados possam estar ao lado de quem amam comemorando esta data tão especial que é o Dia das Mães”, diz emocionada.

Curados da Covid-19 no Maranhão

De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgado na sexta-feira (8), 1.587 pessoas estão curadas da Covid-19 no Maranhão. Mais de 4,8 mil seguem em tratamento no estado.

Das pessoas em tratamento, 3.927 estão em isolamento domiciliar, 614 estão em enfermarias e 282 estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Paciente se recupera da Covid-19 e recebe alta no Maranhão — Foto: Divulgação/SES

Paciente se recupera da Covid-19 e recebe alta no Maranhão — Foto: Divulgação/SES

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Dicas de prevenção contra o coronavírus  — Foto: Arte/G1Dicas de prevenção contra o coronavírus  — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1



Ir para fonte da informação