in

Ação do MP pede compra imediata de medicamentos a pacientes entubados por Covid-19 no AP | Amapá


O Ministério Público do Amapá (MP-AP) entrou com ação judicial na sexta-feira (8) junto ao Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) solicitando a compra imediata pelo governo estadual de sedativos e bloqueadores musculares a pacientes entubados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de Covid-19, localizada no Hospital de Clínicas Alberto Lima (Hcal).

De acordo com o documento, feito pelas Promotorias de Defesa da Saúde e do Patrimônio Público, os infectados estão em situação caótica na unidade segundo informações de médicos que atuam no local. Segundo o MP-AP, a direção do Hcal confirmou a falta dos medicamentos.

MP pede entrega urgente de remédios para pacientes entubados com Covid-19

Com isso, uma decisão de primeiro grau da Justiça determinou 72 horas para que o Estado apresente uma resposta sobre o caso. O MP-AP recorreu, pedindo redução do prazo devido a urgência da situação. No entanto, neste sábado (9) a desembargadora Sueli Pini negou o pedido de diminuição do prazo.

Também é solicitado na ação, o fornecimento de um planejamento da gestão estadual do estoque dos medicamentos. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 20 mil. Até este sábado (9), o Amapá tem 66 óbitos e quase 2,5 mil pessoas infectadas em decorrência da Covid-19.

Também na sexta-feira, o MP-AP solicitou que o prazo de implantação de 102 leitos nos três Centros Covid-19 do estado, determinado pela Justiça o na quinta-feira (7) para ser feito em duas semanas por parte do governo, fosse reduzido para 2 dias.

Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.



Ir para fonte da informação